domingo, 28 de março de 2010

Futebol: Benfica 1-0 Braga


Cheira a Título

Só faltou o 2º golo para ter sido mais uma noite perfeita para os lados da Luz, isto por causa de um hipotético empate pontual no final do campeonato. Ainda assim não me parece que isso venha a ser possível, o Benfica teria que perder 6 pontos para o Braga até ao fim do campeonato, coisa que não acredito, ainda que faltem alguns jogos complicados.

Mas passemos ao jogo, o Benfica fez o que lhe competia e lançou-se desde o início em busca do golo mas as coisas não saíram particularmente bem, alguma desinspiração e muito mérito do Braga que fez-se valer das suas maiores virtudes, a boa organização colectiva e a segurança defensiva.

O Benfica tinha mais bola e acercava-se com alguma facilidade da área mas depois faltavam os espaços e a clarividência necessária para criar ocasiões de golo. A melhor ocasião de golo acabou mesmo por surgir de um erro grotesco de Filipe Oliveira que deixou Saviola completamente isolado na cara do Eduardo mas o conejito não foi feliz e acabou mesmo por tropeçar na bola ao tentar contornar o guarda-redes.

Ainda houve mais uma ou duas situações de perigo junto da baliza do Braga mas nada de muito sério e foi já em cima do intervalo, no período de descontos, que o Benfica chegou ao golo, Di Maria marcou rápido o canto curto para Carlos Martins que tira o cruzamento em direcção ao Javi, este não acerta bem na bola e ela acabava por ressaltar em Luisão ficando ali mesmo à sua frente a pedir para ser "metida" na baliza, o capitão não foi de modas e não perdoou fazendo o 1-0. O Estádio da Luz rebenta de alegria e penso que pela cabeça de todos passou aquele golo de 2005 frente ao Sporting e acabou por valer o campeonato.

Foi um golo numa altura muito importante e que pensava-se poder lançar o Benfica para um resultado mais dilatado mas tal não aconteceu, ainda criou algumas jogadas de perigo para Eduardo mas faltava sempre algum discernimento do último toque ou na finalização.

O Braga por seu lado com o passar do tempo foi subindo de produção e chegou mesmo a assustar quando num livre lateral Luís Aguiar fez a bola sobrevoar a área até encontrar o Moisés ao 2º poste que por pouco não fez golo, um valente susto para os benfiquistas.

O Benfica ia controlando a partida e penso que a determinada altura entrou já em poupanças para o que ainda falta nesta época, nomeadamente o encontro com o Liverpool já dentro de poucos dias.

Foi uma vitória sem espinhas, sem o brilhantismo de outros jogos mas que nem por isso mereça ser beliscada, foi a vitória da melhor equipa do campeonato frente à 2ª melhor que tem feito uma grande época, não há como o negar.

Em termos de destaques individuais tem que se falar obrigatoriamente de Luisão, o homem dos grandes momentos que está a fazer uma época fabulosa cotando-se como um dos melhores defesas centrais da actualidade. Uma palavra mais para o Coentrão e para o Javi, o 1ª exímio na antecipação e que se vem afirmando cada vez mais como defesa esquerdo e o 2º pela grande cultura táctica, impressiona a capacidade de ocupar espaços e limpar o meio campo.

Ficam a faltar 6 finais e a próxima é na Figueira da Foz, só a vitória interessa e mais uma vez é esperada uma grande presença de adeptos benfiquistas, o verdadeiro 12º jogador deste Benfica!!!

2 comentários:

  1. Boas

    Benfica perto do título e Vitória aproxima-se do Sporting. Veja e dê a sua opinião em:

    http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/03/benfica-perto-do-titulo-e-vitoria.html

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Vejam e ouçam o Pedro Sousa a cantar o Golo do Benfica. É brutal. É impressionante como o Luisão despertou o Inferno da Luz.

    http://www.youtube.com/watch?v=kBSdlBx2Ak0

    ResponderEliminar