quinta-feira, 25 de junho de 2009

Jesus da Amadora... treinador da Luz

Uma semana se passou desde a apresentação de Jorge Jesus como treinador do Benfica, é altura de analisar mais promenorizadamente a sondagem que disponibilizamos, no vosso blog de eleição.

Como nota prévia, quero agradecer a todos os que se prestaram a participar nesta sondagem. O nosso muito obrigado!

Agora os números. Num universo de 415 votantes, conseguiu haver um relativo equilibrio entre o primeiro e segundo classificados nesta sondagem. Por apenas 3 pontos percentuais, 39% contra os 36% de Quique Flores, o que equivaleu a uma diferença de 10 votos, Jorge Jesus foi o escolhido de grande parte dos nossos leitores e votantes. Foi sinal divino com certeza!

Dos restantes treinadores que foram a votos, destaca-se apenas Luis Filipe Scolari, que, com apenas 6% dos votos, conseguiu ser o terceiro mais votado, mesmo tendo uma votação quase irrelevante.

Mas passemos ao que interessa! Quem é e foi então Jorge Jesus, que agora tem em mãos a sua maior 'aventura' enquanto treinador?

Enquanto jogador, Jorge Jesus, não passou da 'mediania' e curiosamente, ou não, jogava a médio. Passou por vários clubes, sendo o Sporting (dizem as más linguas ser o seu clube 'do coração'), os Belenenses e o Vitória de Setúbal os de maior destaque. Já na altura tinha um 'estilo' bastante caracteristico, como podem ver...

'Estilo' esse que foi transposto para a sua carreira enquanto treinador. Começou no Amora, tendo passado depois por Felgueiras, fazendo-os subir até à primeira liga, e clubes primodivisionários que cedo repararam nas suas qualidades e capacidades técnico-tácticas. Nem sempre a sua carreira se pautou pelos sucessos, também teve os seus 'dissabores'. Mas o 'mestre da táctica', como já o apelidaram, soube sempre 'dar a volta por cima'.

E teve trabalhos muito meritórios nos últimos anos, com especial relevo, para o que fez no Belenenses e no Braga. No Belenenses, conseguiu levar uma equipa que havia sido estruturada para subir de divisão, mas que mais tarde 'na secretaria' se manteve na 1ª Liga, a um 5º lugar e uma final da Taça de Portugal, que perdeu frente ao Sporting. E no Braga, guiou a equipa à vitória na Taça Intertoto e consequente apuramento para a Taça Uefa, onde chegou aos 8ºs de Final. E foram estes "êxitos" que o catapultaram para o maior desafio da sua carreira, treinar o maior clube de Portugal!

Vontade de triunfar no Benfica, não lhe faltará de certeza. Aliás, na conferência de imprensa de apresentação, surpreendeu muitos benfiquistas, com o seu discurso agressivo, arrogante, confiante. Frases como "os jogadores comigo vão jogar o dobro... e se calhar o dobro é pouco!", "vou colocar o Benfica a jogar à Benfica" ou "vou ser o 18º (treinador) a ganhar o título... 3º português...", motivaram os adeptos e lançaram uma enorme esperança na época que se avizinha.

Esperemos que essa confiança se transforme num trabalho que dê frutos, e que Jesus, consiga triunfar no Benfica, como tanto deseja, porque as suas vitórias, serão as vitórias de todos nós!

Muitos adeptos, ainda olharão para esta escolha de nariz torcido. A esses apenas peço que tenham calma e não 'liguem já o assador'. Vocês sabem do que estou a falar! E que em Maio possamos 'pintar o país' de novo de Vermelho como em 2005...


Boa sorte Jorge Jesus... e leva o Benfica ao lugar que merece!


Benfica Rumo ao 32º!!!


1 comentário: