quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Crónica: Rui Costa, director desportivo


Após terminar a sua carreira foi-lhe confiada a missão que antes tinha sido do presidente Luís Filipe Vieira, a de gerir o futebol do Benfica.

A sua primeira prioridade foi contratar um treinador (Quique Flores).

Depois fez algumas contratações: Reyes, Carlos Martins, Sidnei, Aimar, Balboa, Jorge Ribeiro, Ruben Amorin, Yebda, Suazo, Urreta, etc.

Houve mudanças na formação, António Carraça acabou o contrato e a "Velha Glória" Néné assumiu o cargo.

Assinou contrato com alguns jogadores jovens entre eles Leandro Pimenta e renovou, recentemente, com Miguel Vítor, a última das nossas conquistas da formação.

Algumas das contratações entraram logo na equipa, sendo que a mais importante pode se dizer que é José António Reyes, entrou e mostrou logo que seria uma peça muito importante na equipa.

A equipa voltou a liderança depois de 1000 e tal dias sem cheirar o lugar.

A equipa foi campeã de Inverno, o que não acontecia há algum tempo.

Na derrota contra o Trofense teve a coragem para ir falar com os adeptos e dar o "peito as balas."

Fez o que lhe competia, dando um "sermão" aos jogadores.

Ou seja, em suma, pode dizer-se que tem feito um bom trabalho.

Em nome do blog desejo as melhores felicidades ao nosso grande maestro, Rui Costa.

2 comentários: