quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Até Sempre Robert Enke...


Ontem quando soube da notícia do desaparecimento do Robert Enke nem queria acreditar, ainda no Domingo à tarde o tinha visto jogar pelo seu Hannover e agora recebia esta notícia.

Era ainda muito novo quando chegou ao Benfica mas desde logo demonstrou grandes capacidades para o lugar e um grande profissionalismo, sempre muito aplicado nos treinos e preocupado em aprender a falar Português o que aconteceu em poucos meses.

Rapidamente se tornou um dos ídolos dos adeptos e quando se soube que não pretendia renovar sucederam-se os pedidos para que continuasse mas convenhamos, naquele tempo o Benfica não oferecia grandes perspectivas e do outro lado estava uma proposta do todo poderoso Barça.

Eu próprio lembro-me perfeitamente de num dos últimos jogos desse campeonato, no Bessa, lhe ter pedido para renovar, ele simpático como sempre sorriu e acenou. A simpatia e a sua disponibilidade para os adeptos era outra das suas imagens de marca, assim como as causas sociais nomeadamente as dos animais.

Sempre que se falava na necessidade de reforçar a nossa baliza lá surgia o nome do Enke como uma possibilidade e um desejo dos Benfiquistas, o próprio disse que gostava muito de um dia voltar e visitava com alguma regularidade o Estádio da Luz, ainda há poucos meses foi visto a passear pelo estádio.

Perdeu-se um grande guarda-redes e acima de tudo um grande Homem...

Até Sempre...

2 comentários:

  1. Robert Enke veio para o Benfica para substituir o extraordinário Michel Preud'homme e não defraudou as expectativas. Pelo seu talento e qualidade foi chamado à selecção alemã, lugar por onde passaram grandes lendas como Harald Schumacher. Terá vivido os dias mais felizes em Lisboa, longe de imaginar a tragédia que iria irremediavelmente afectar a sua vida e da família. Apesar da sua juventude, a adaptação a um novo país e a falta da conquista de títulos desportivos, nunca foi impedimento para dar todo o seu empenho e profissionalismo dentro do campo. Fora dele, era o expoente máximo de bondade, pois dividia-se entre projectos de solidariedade e o amor aos animais, sem esquecer as preocupações com o meio ambiente. Guardarei na memória a chegada à Portela de um Homem com cara de menino, à procura da glória num clube enorme, tão grande como o seu coração.

    http://dylans.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  2. Enke foi não apenas um excelente guarda-redes, mas também uma excelente pessoa... Um verdadeiro herói... Estará para sempre não apenbas no coração dos benfiquistas, mas de todos aqueles que o conheceram... Descanse em paz Robert Enke.

    ResponderEliminar