segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Benfica 2008/2009

Nesta época o Benfica conta com uma equipa de futebol claramente mais forte do que a da época passada, onde tudo correu mal. Este ano quase tudo mudou, a começar pelo treinador, que agora é o espanhol Enrique (Quique) Sánchez Flores, de 43 anos.

Saíram muitos jogadores do Benfica, uns emprestados outros em definitivo. No entanto apenas dois renderam dinheiro para os cofres do Benfica: A saída de Sretenovic para o Poli Timisoara por 800 mil euros e a de Nélson para o Bétis por 5 Milhões de euros (mais 20% de uma futura transferência do lateral direito). Para além destes dois saíram ainda dos quadros do Benfica muitos outros jogadores: Butt (Bayern Munique), Kaz Patafta (Newcastle Jets), Cristian Rodriguez (FC Porto), André Magalhães (Odivelas), José Fonte (Crystal Palace), Wagner Silva (Internacional de Porto Alegre), Rui Santos (Atlético), Daniel Casaleiro (D. Chaves), Airton Oliveira, Vlad Chiriches, João Alberto, Abdulaye Efall, Wang Gang, Orphée Demel, Guido Abayian, Jaílson (Coritiba), Manu (Marítimo), Paulo Jorge (Marítimo), João Coimbra (Marítimo, emprestado ao Gil Vicente), Pedro Correia (Ferrol), Adilson (XV Piracicaba), Marco Ferreira (Ethnikos), Nuno Assis (V. Guimarães), Tiago Gomes (Osasuna) e finalmente o jogador que nos fará muita falta, o Grande Pittbull, Petit que foi para o Colónia.

Relativamente aos emprestados a lista continua grande: Na baliza emprestámos Walter Moraes (12 de Octubre). Na defesa temos o Halliche (Nacional), o Ruben Lima (D. Aves), o Sepsi (Racing Santander - Opção de Compra), o Luís Filipe (V. Guimarães) e o Edcarlos (Fluminense - Opcção de Compra de 3 Milhões de euros). Os médios emprestados são: Andrés Diaz (Banfield), F. Coentrão (Saragoça), Romeu Ribeiro (D. Aves), Miguel Rosa (Estoril) e Ivan Santos (Boavista). Os avançados emprestados são: Marcel (Grémio), André Carvalhas (Rio Ave), Adu (Monaco), Elkesson (Vit. Bahia) e Dany (Gloria Bistrita).

O Benfica totalizou assim uma receita de 5,8 Milhões de Euros neste Verão.

Relativamente a reforços, o Benfica conta com dez novos jogadores. São eles:
- Ruben Amorim (ex-Belenenses) - custou 1 Milhão de euros;
- Yebda (ex-Le Mans) - veio a Custo Zero;
- Jorge Ribeiro (ex- Boavista) - também sem custos;
- Javier Balboa (ex- Real Madrid) - 4 Milhões de euros;
- Carlos Martins (ex- Recreativo Huelva) - custou 3 Milhões de euros;
- Urreta (ex- River Plate Montevideo) - veio por 1,2 Milhões de euros;
- Pablo Aimar (ex- Saragoça) - "apenas" 6,5 Milhões de euros;
- Reyes (ex- A. Madrid) - veio por empréstimo, no entanto o Benfica já detêm 25% do passe do jogador que custou 2,65 Milhões de euros. O Benfica fica com opção de compra sobre a restante parte do passe;
- Suazo (Inter) - também veio por empréstimo, no entanto sem opção de compra;

- Sidnei (ex- Internacional) - 50% do passe custou 5 Milhões de euros;

O Plantel do Benfica para esta época é assim contituído por 26 jogadores:

Na baliza temos o Moreira (#1), o Quim (#12) e o Moretto (#31). Aqui a aposta de Quique irá recair sobre o Quim, podendo os outros dois guardiões jogar na Taça de Portugal e na Taça da Liga. No entanto, para mim, o Moreira seria o titular.

Na lateral direita da defesa, contamos apenas com um jogador: Maxi Pereira (#14). O que não deixa de ser preocupante, ainda para mais visto que o uruguaio não é um defesa-deireito de raiz. Em Janeiro deverá ser comprado outro jogador, que para mim seria o João Pereira.

Quanto aos centrais o Benfica conta com quatro de raiz: o gigante, Luisão (#4), o puto maravilha, David Luiz (#23) e ainda com Sidnei (#27) e Miguel Vítor (#28). Podendo ainda jogar nesta posição o grego Katsouranis. Neste sector a escolha deve recair (quando David Luiz estiver a 100%) sobre os dois primeiros. Enquanto o David estiver a ganhar ritmo a aposta deve recair sobre Katsouranis, o que não se percebe, visto que o Benfica gastou 5 Milhões de euros em Sidnei (50% do passe)...

Para defesa-esquerdo, o Benfica tem o Léo (#5) e Jorge Ribeiro (#25). Aqui a escolhe de Quique será certamente o grande Léo, que apesar da idade joga sempre bem. Se acontecer algum problema com o brasileiro, temos o Jorge Ribeiro que também é um grande jogador.

Para o meio-campo o Benfica conta com grandes jogadores, como Ruben Amorim (#15), Katsouranis (#8), Yebda (#26), Carlos Martins (#24) e Pablo Aimar (#10). Temos ainda o Fellipe Bastos (#13) e o Binya (#18). Visto que Pablo Aimar está a ser utilizado com avançado, sobram quatro jogadores para duas posições. A escolha é difícil, no entanto, para mim, Ruben Amorim pela qualidade técnica e táctica que tem, para além do benfiquismo, teria lugar cativo. No centro, não nas alas. O outro elemento será, à partida, Carlos Martins.

Como extremos temos Balboa (#11), Di Maria (#20), Reyes (#6) e Urreta (#16). Pablo Aimar também poderá jogar descaído para o lado esquerdo e Ruben Amorim para o direito. À partida os escolhidos serão o argentino Di Maria e o espanhol Reyes, o que não deixa de ser uma aposta de risco, pois são dois jogadores com pouca apetência para defender, no entanto, excelentes a atacar.

Para avançados temos Nuno Gomes (#21), Suazo (#30), e ainda Cardozo (#7), Makukula (#19) e o fenómeno angolano, Mantorras (#9). Todos são opções com muita qualidade. Para mim o único indiscutível seria o capitão, Nuno Gomes.

De referir ainda que há três jogadores que não encontraram clube e por isso, se não forem integrados no plantel, treinaram à parte. São eles: o defesa-central da Costa-do-Marfim, Zoro, o avançado chinês, Dabao e o guarda-redes português, Bruno Costa. No entanto, Dabao está a recuperar de lesão.

1 comentário:

  1. Exelente análise. Deve ter dado uma trabalheira!

    ResponderEliminar